Rules for whom don't think

RULES FOR WHO DON'T THINK: IF YOU DON'T LIKE WHAT I HAVE WRITTEN HERE: DON'T COME YOU HERE! EASY LIKE THIS!

Thursday, September 13, 2007

Alguém PODE TRAÇAR UM MAPA??

Alguém PODE TRAÇAR UM MAPA??
Depois do trem das autoridades, leitores dizem que roteiros desaconselham no Rio
Publicada em 12/09/2007 às 07h32m
O Globo Online



RIO - O episódio dos tiros disparados por traficantes da Favela do Jacarezinho contra o trem que conduzia dois ministros e um secretário estadual nesta semana mostrou que numa cidade como o Rio de Janeiro há locais em que nem mesmo autoridades estão seguras. Se quem representa o Poder acaba tendo que passar pela humilhação de se abaixar dentro de um trem ou se jogar no chão para evitar ser atingido por tiros, imagine as histórias que tem para contar o cidadão comum. O GLOBO ONLINE fez a pergunta aos leitores: que roteiros da cidade você não recomendaria, por conta do risco de ser vítima da violência urbana?

"
Hoje em dia não há lugar seguro no Rio de Janeiro
"
--------------------------------------------------------------------------------
Muitos generalizaram e responderam que locais arriscados são todos, nas mais diferentes regiões da cidade. Para José Carlos Pereira de Carvalho, por exemplo, "o carioca não tem mais direito de ir e vir". Edilson Leal de Oliveira se apresenta como "uma vítima que ficou paralítica depois de uma tentativa de assalto" e emenda que "hoje em dia não há lugar seguro no Rio de Janeiro". Helder Filgueiras recorre ao bom humor típico carioca para comentar a triste situação: "Ultimamente, o único roteiro mais seguro é de helicótero, mas os políticos que se cuidem, pois os traficantes já têm lança-mísseis".

No caso do trem com as autoridades, a Polícia Militar disse não ter sido informada do trajeto e informou que desaconselhou a realização da viagem ao tomar conhecimento dela. O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse na terça-feira que vai propor ao governado do Rio a criação de um gabinete especial para monitorar os crimes mais graves . Os leitores também desaconselham certos percursos na Cidade Maravilhosa:

Avenida Santa Cruz, em Santíssimo

O leitor Cristiano Guerra faz um relato dramático da experiência que viveu no último domingo. Ele conta ter furado um bloqueio feito por bandidos e ter sido alvo de 14 tiros disparados contra o carro em que estava com a namorada e a filha. "No dia 9 de setembro, às 13h, furei um bloqueio de bandidos na Avenida Santa Cruz, na altura do semáforo da EBSE (Empresa Brasileira de Solda Elétrica), em Santíssimo, e fui perseguido e alvejado por vários tiros de pistola e fuzil. Eles só pararam de atirar quando eu perdi o controle do veículo e bati em um microônibus", relata. Ele diz que as falsas blitzes são rotineiras na área nos fins de semana. E comemora o fato de estar vivo: "Graças a Deus, dos 14 tiros que meu carro levou, apenas uma bala acertou de raspão minha irmã, e minha namorada ficou com pequenas escoriações, devido à colisão".




Santa Teresa
Verônica Bairral é outra que conta ter passado por um susto. Ela não recomenda, por isso, o bairro de Santa Teresa. "Principalmente na Ladeira de Santa Teresa, que vai sair na Lapa. Fui assaltada nesta rua no mês passado, às 19h, e levaram o carro, que até agora não apareceu", informa.

Linha Amarela e Linha Vermelha
"Linha Amarela, Avenida Automóvel Club e locais próximos ao término de bailes funk", avisa Noel Silva. Natalia Reis Silva dá a dica: "Linha Vermelha, na altura do Caju e do Complexo da Maré, além da Leopoldo Bulhões, em Benfica. Pessoas que conheço já passaram por inúmeras situações, tais como tiroteios e assaltos nessa região". Adriano Oliveira diz que é perigoso "seguir para a Linha Vermelha via Linha Amarela" e alerta que "se a intenção é ir para a (Rodovia Presidente) Dutra, pegue a (Avenida) Brasil, porque assaltos e tiroteios são freqüentes na Vila do João".

Avenida Brasil
Para Adonis Machado, é bom evitar "roteiros que incluam Estrada do Taquaral (Vila Aliança - Bangu) e Avenida Brasil (altura de Vila Kennedy e Carobinha), porque são, sem dúvida, locais altamente perigosos".


Cristo Redentor
Nem a maravilha do mundo escapa de ser um perigo. Maurício Moisés lembra o noticiário recente de assaltos praticados na subida do Corcovado . "Os turistas são acharcados no inicio da Ladeira dos Guararapes, como também no estacionamento", informa. Elenice Carvalho Alves Dias faz coro com ele e sentencia: "o trajeto ao Cristo Redentor é extremamente perigososo".

"
Turistas são acharcados no inicio da Ladeira dos Guararapes
"
--------------------------------------------------------------------------------

Pontos turísticos e Zona Sul
Eduardo Leão Salles enumera pontos turísticos: "Alto da Boa vista, Paineiras, Mesa do Imperador e Vista Chinesa é querer correr grandes riscos", diz. E tem mais, segundo ele: "Zona Sul de madrugada, pois agora fica deserta".

Barra da Tijuca
Lauriano Fernandes de Barros Neto avisa que há perigo em "túneis e caminhos noturnos que levem à Barra".

Zona Oeste
O recado é do leitor Wanderson Rocha dos Santos: "recomendaria não passar por Bangu, Vila Aliança e Senador Camará, mais conhecido como Coréia e Afeganistão".

Rio-Petrópolis
Segundo Luiz Sérgio Machado Teixeira, é um risco circular pela Avenida Washington Luís, na altura de Xerém, na Baixada Fluminense.

Grajaú e Vila Isabel
Leonardo Lyra Pessoa Antumes desaconselha a Estra Grajaú-Jacarepaguá, "sem nenhum policiamento, onde se algo acontecer você não tem para onde correr". Ele cita também as ruas Gurupi e Canavieiras, no Grajaú, "com constantes assaltos a carros, há muito tempo". O leitor não esquece da Rua Visconde de Santa Isabel, em Vila Isabel. Segundo ele, há perigo em toda a extensão da via, mas, "principalmente na entrada do Morro dos Macacos, que fica do lado de uma delegacia, mas isso hoje em dia não quer dizer nada".

Da Tijuca a São Conrado e muito mais



Elisabeth Santos Faustino Bittencourt não poupa ninguém: "Não recomendo o Alto da Boa Vista, Maracanã, Penha, Vila Isabel, Pavuna, Copacabana, Ipanema, Leblon, São Conrado, Gávea, Meier, Toda a Av. Suburbana, Centro do Rio, Catete, Glória, Botafogo, Irajá, H. Gurgel, Realengo, Laranjeiras, Rio Comprido, Campo Grande, Anchieta, Flamengo, Barra da Tijuca, Vista Alegre, Vila da Penha, Tijuca".

Outros leitores preferiram comentar a declaração do diretor da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core), delegado Rodrigo Oliveira, de que o ataque a tiros ao trem foi obra de traficantes desavisados, que desconheciam haver autoridades dentro dos vagões. Segundo o delegado, se os bandidos soubessem do fato não teriam atirado . A maioria criticou a afirmação do policial. Geraldo da Silva Vilas Boas resumiu o pensamento dessa corrente. "De acordo com o diretor da Core, existem, pelo menos, dois tipos de traficantes: os desavisados e os avisados. Os primeiros atiram em ministros e autoridades governamentais. E os segundos, em quem será que atiram?", indaga. Márcia Sousa do Nascimento também pergunta: "E se no trem não houvessem ministros? O crime teria menos importância se só tivessem cidadãos comuns?"

No comments: